Buscar
  • Mariana Pavan

A distância entre o compreender e o fazer



Um das minhas crenças é que, se eu te expliquei alguma coisa e você não entendeu, a responsabilidade pode ser mais minha do que sua.⁣ Não sempre, claro, mas em muitas das situações.


⁣Às vezes alguém explica algo pra gente de uma forma tão difícil, que já bate aquele desânimo de ir tentar fazer. Se eu não consigo nem entender quando você me explica, que dirá me arriscar a ir lá e tentar.⁣


⁣Essa frase do início veio de uma das participantes do curso do Agiliza, contando sobre a vontade que ela tinha de aprender a fazer muita coisa, mas sempre que pedia para o marido explicar como fazia, ou como algo funcionava, ele explicava com uma linguagem tão técnica e difícil, que ela já desanimava de cara.

Nas palavras dela: “eu nem conseguia entender o que ele me dizia, aí como é que eu me sinto segura pra ir lá e fazer? A minha sensação era essa, se nem entender eu consigo, que dirá fazer, na prática?”.

Vez ou outra tenho uma sensação de que tem gente que se engrandece em explicar algo e o outro não entender. Sei lá, fico com a impressão de que tal pessoa se sente “especial”, por conseguir compreender algo que nós, reles mortais, não conseguimos.


Não acho mesmo que isso se aplique a todo caso, porque saber explicar algo com clareza e simplicidade envolve bem mais do que só disposição da pessoa em explicar.


Mas, me lembro da época de faculdade, de ouvir alguns professores associando a capacidade de compreender determinada explicação à inteligência de quem a recebia, e nunca à clareza ou assertividade de quem a passava. Sempre achei que era um jogo combinado, você se esforça pra explicar de uma forma mais clara e eu aqui me esforço pra estar presente e atenta. Mas, nem sempre funcionava assim.


Aí, quando vejo alguém que se esforça pra traduzir um conceito difícil ou complexo pra algo mais simples e compreensível, acho a coisa mais linda, porque isso convida a gente pra entrar naquele mundo e naquele assunto. ⁣Pra mim, quanto mais simples e conectada à nossa realidade uma explicação for, melhor compreendida ela será. e mais gente vai entender e mais alcance esse conhecimento ganha.⁣


⁣Já disse Leonardo da Vinci: “a simplicidade é o mais alto grau de sofisticação”. Uma linguagem simples tem o poder de abrir portas, dar acesso e, com isso, fazer a gente se sentir capaz.⁣


Mas veja bem, o simples é bem diferente do simplista. É sim manter o essencial, o que não pode deixar de ser dito. E aí, trazer as palavras aqui pra bem pertinho da gente, pra todo mundo sentar nessa mesa e bater papo sobre isso.


⁣Faz sentido pra você?⁣

1 visualização

©2020 Feito com <3 por AgilizaLab